Sensação de Queimação após a Relação Sexual: Quais são as possíveis razões?

Sensação de Queimação após a Relação Sexual: Quais são as possíveis razões?

A relação sexual pode trazer uma série de experiências, do prazer ao constrangimento, mas nunca deve ser acompanhada de dor. Se você ou seu parceiro sentirem uma sensação de queimação após o sexo, é importante entender que não é normal, embora também não seja incomum. 

Última atualização: 6 de julho de 2023
Top 7 Melhores Pílulas Potenciadoras de Ereção e Comprimidos de Aumento Peniano
POWER CAVALO CAPS DOBRO PROMO - Compre 1 leve 2 POTES

Vários fatores podem contribuir para essa sensação dolorosa de queimação, afetando o pênis, a uretra, a vagina e a vulva. Procurar atendimento médico é crucial se você encontrar esse problema.

Principais conclusões:

  • Uma sensação de queimação após o sexo não é uma ocorrência normal e pode indicar uma condição médica subjacente.
  • A queimação pode ser um sintoma de infecções do trato urinário (ITUs), infecções sexualmente transmissíveis (DSTs) ou infecções fúngicas.
  • Outras causas incluem alergias ao látex ou sêmen, lesões físicas e condições de dor crônica.
  • É importante procurar atendimento médico para determinar a causa da dor e receber o tratamento adequado.

Experimentar uma sensação de queimação após o sexo pode ser atribuído a vários motivos. Se você sentir uma sensação de queimação no pênis, vulva ou vagina após o sexo, ou se sentir queimação ao urinar após o sexo, é essencial estar ciente das possíveis causas. Qualquer sensação de queimação na área genital deve ser motivo de preocupação, pois pode indicar uma condição grave. Mesmo que a causa não seja grave, ainda pode exigir tratamento médico.

O que causa uma sensação de queimação após o sexo?

As principais causas de uma sensação de queimação após o sexo incluem infecções, trauma físico e irritação dos órgãos genitais. Em alguns casos, a queimação pode ser um sintoma de dor crônica ou ter origem psicológica. Vamos explorar as causas mais comuns de queimação após o sexo e suas respectivas opções de tratamento.

Infecções comuns que causam queimação:

Infecções do trato urinário (ITUs) e infecções sexualmente transmissíveis (DSTs) geralmente levam a uma sensação de queimação na uretra ou genitais. Além disso, ITUs e DSTs podem causar sensação de queimação durante a micção. As infecções sexualmente transmissíveis também podem resultar em erupção cutânea ou secreção do pênis ou da vagina.

Infecções fúngicas podem causar queimação após o sexo ou durante a micção. Embora as infecções fúngicas afetem predominantemente as mulheres, os homens também podem contraí-las. Os sintomas de infecções fúngicas incluem dor, queimação, coceira, vermelhidão, inchaço da vagina ou do pênis e corrimento. Medicamentos tópicos e orais estão disponíveis para o tratamento de infecções fúngicas.

Infecções do trato urinário e infecções sexualmente transmissíveis requerem tratamento com antibióticos. Felizmente, as ITUs geralmente podem ser tratadas facilmente com antibióticos orais. Por outro lado, o tratamento para ISTs varia de acordo com o diagnóstico, por isso é importante fazer o teste para várias ISTs, como clamídia, sífilis, gonorréia, vaginose bacteriana, herpes e HIV.

Se não for tratado, é provável que os sintomas piorem e possam surgir complicações a longo prazo. As ITUs não tratadas podem resultar em danos renais graves, enquanto as ISTs não tratadas podem se espalhar para outras pessoas e levar a complicações graves e com risco de vida.

Irritação vaginal:

A secura vaginal pode causar irritação mecânica durante a relação sexual. A lubrificação vaginal insuficiente pode ser atribuída a alterações hormonais, como a menopausa, ou excitação sexual inadequada antes da penetração. A menopausa também pode levar à atrofia vaginal, tornando o revestimento vaginal mais fino e mais propenso a lesões e irritações. Um médico deve avaliar a secura ou atrofia vaginal e, se for hormonal, pode ser recomendado o tratamento com terapia de estrogênio, como um creme vaginal. O uso de lubrificantes pessoais também pode ajudar a prevenir irritações.

Reações alérgicas:

As reações alérgicas podem causar uma sensação de queimação após o sexo. Essas reações podem estar localizadas nos órgãos genitais ou afetar todo o corpo, resultando em urticária, coceira ou dificuldade para respirar. Se você tiver uma reação alérgica após o sexo, procure atendimento médico.

O látex em preservativos e barragens dentárias pode desencadear reações em alguns indivíduos. Embora a maioria dos preservativos seja feita de látex, alternativas sem látex estão disponíveis. Os preservativos feitos de poliuretano ou poliisopreno oferecem proteção contra DSTs, incluindo o HIV, enquanto os preservativos de pele de carneiro não.

Além disso, algumas pessoas podem ser alérgicas a ingredientes encontrados em lubrificantes pessoais. Portanto, experimentar uma marca ou tipo diferente de lubrificanteà base de água, à base de óleo ou à base de silicone – pode ajudar a aliviar ou evitar os sintomas. No entanto, é importante observar que lubrificantes à base de óleo não devem ser usados ​​com preservativos de látex.

Além disso, alguns indivíduos podem desenvolver alergia ao sêmen. Embora isso geralmente ocorra em mulheres, houve casos relatados de homens que desenvolveram alergias ao sêmen. Uma alergia ao sêmen pode afetar qualquer parte do corpo que entre em contato com o sêmen. Usar preservativo e tomar anti-histamínicos antes do sexo pode prevenir uma reação alérgica. Em alguns casos, a terapia de dessensibilização realizada por um especialista em alergia pode ser recomendada.

Trauma físico:

Traumas físicos nos órgãos genitais podem resultar em sensações de queimação após o sexo. As fissuras, que são rachaduras na pele, podem causar dor e ardência, principalmente após sentir irritação durante o sexo. As fissuras podem ser causadas por lesões ou outras condições médicas e também podem ser infectadas. A procura de atendimento médico é necessária para tratar fissuras e outras lesões.

Envolver-se em sexo violento pode levar a traumas físicos, causando dor e queimação posteriormente. Contusões, rasgos na pele e abrasões podem contribuir para a sensação de queimação após a penetração violenta. O uso de preservativos e lubrificantes pode ajudar a minimizar traumas e evitar complicações como infecções.

Distúrbios da dor e causas psicológicas:

Vulvodinia e vaginismo são condições que podem causar dor e ardor na vagina.

Vulvodinia é uma condição de dor crônica que afeta a vulva – os lábios, o clitóris e a abertura vaginal. Pode causar dor, queimação, inchaço e desconforto. A condição pode ser causada por danos nos nervos, lesões, infecções, condições musculoesqueléticas ou inflamação. A avaliação por um ginecologista é necessária para determinar a causa da vulvodinia e a abordagem de tratamento mais eficaz.

O vaginismo é uma condição caracterizada por espasmos musculares involuntários e dolorosos na vagina. Pode tornar o sexo doloroso (dispareunia) ou mesmo impossível. O vaginismo pode ter causas físicas, como lacrimejamento vaginal, parto ou cirurgia anterior. No entanto, fatores psicológicos como ansiedade, medo, sentimentos negativos sobre sexo ou traumas sexuais anteriores também podem contribuir para o vaginismo.

Como o vaginismo e a vulvodinia podem coexistir, existem várias opções de tratamento disponíveis. Anestésicos tópicos ou injetáveis, bem como medicamentos para ansiedade e depressão, podem ajudar a aliviar os sintomas. Fisioterapia para os músculos do assoalho pélvico, biofeedback, terapia cognitivo-comportamental e terapia sexual podem contribuir para controlar a resposta do corpo à estimulação física e emocional.

Quando procurar atendimento médico?

Embora muitas causas de queimação após o sexo sejam relativamente pequenas, é importante procurar atendimento médico para determinar a causa e receber o tratamento adequado. Se você sentir queimação apenas uma vez e não for grave ou acompanhada de outros sintomas, talvez não precise de atendimento médico imediato. No entanto, se você tiver sintomas recorrentes ou graves, é recomendável consultar um médico.

Atenção médica imediata deve ser procurada se você sentir febre, dor intensa, dificuldade para respirar ou sangramento junto com a sensação de queimação. Estes podem ser sinais de complicações graves e com risco de vida que requerem cuidados de emergência.

Numerosos fatores podem contribuir para uma sensação de queimação após o sexo, mas na maioria dos casos, eles podem ser facilmente tratados. Para identificar a causa de seus sintomas, consulte um médico e faça um exame físico. Exames de sangue e outros testes diagnósticos podem ser solicitados para auxiliar no diagnóstico. Lembre-se, o sexo deve ser confortável e prazeroso, então não deixe que questões médicas atrapalhem sua satisfação em sua vida sexual.